resgate-ainda-nao-e-o-ultimo

Quando eu soube que o Zé Bruno saiu da Renascer e que a banda se desvinculou da Gospel Records pensei comigo: Lascou, o Resgate acabou! Fiquei numa aflição arretada com o silêncio da banda, mas como todo fã, fiquei preservando aquela chama bem fraquinha de esperança. Daí tempos depois eu soube da história da Sony Gospel e o pessoal falando que o Resgate foi a primeira banda nacional que assinou com essa nova gravadora, eu pensei: Agora lascou tudo de vez, os caras se venderam! O desespero bateu na cabeça, toda aquela história que eu vinha alimentando desde do disco Praise da melhor banda de rock do Brasil tinha ido por água abaixo. Aí sim que o coração ficou ainda mais apertado hehe.

Dias vem, dias vão, um colega meu me enviou um vídeo da música nova do Resgate chamada “Depois de tudo”. Fui eu lá cliquei no play no myspace e assisti. Fiquei calado. Cada frase cantada parecia um inundação dentro de mim e o trecho “Atravessar o deserto e, depois de tudo, ainda crer na promessa” me matou. Os olhos encheram de lágrima hehe. A Banda Resgate ainda vive! \o/

Quando eu vi o título do disco “Ainda não é o último” foi sacramentado minha esperança. Valeu a pena tê-la uaheauheh

Depois de muita ansiedade finalmente o disco caiu na net e, eu lá com o dedo nervoso, fiz o download. A música de abertura “A Hora do Brasil” simplesmente se tornou um hino para mim hehe, ela é obrigatória em qualquer show do Resgate!

A “Depois de tudo” nem precisa comentar mais nada né. Simplesmente arretada!

“Outra vez” é uma injeção de ânimo e tranquilidade hehe. “Se uma noite eu vou chorar? Talvez. De manhã, vou despertar e, aqui, no coração tudo em paz, vou me levantar outra vez”.

“Genérica” é um espetáculo a parte hehe.  “Tão arrumado sepulcro caiado, esperando um tonto pra te ver”. O Resgate mantendo as críticas sociais com muita inteligência em seus discos. Isso é uma coisa muitoooo ausente no mundo gospel. Deu até saudade do Fruto Sagrado agora hehe.

“Neófito” é o novo convertido. Resgate falando da nova fé, das coisas que passaram. “Eles confundem ilusão com liberdade”, “Fazem de conta que a opção não escraviza”. Muito bacana.

Agora pára tudo! “Jack, Joe and Nancy in the mall (The Book is on the table)”, galera, quando eu escutei essa música de primeira eu ri d++++++. Sem dúvida é uma das músicas mais criativas do música brasileira. Ela é toda em inglês, mas cantando as pronúncias ela fica em português com sotaque gringo. Nossaaaaa é o máximo. E o refrão simples e irado: “Jesus is life, Jesus is real, Jesus for you, Jesus can do, everything new, its true”. Essa música vai ser ponto alto de qualquer show!

“Vesúvio” é massa: “Tudo vai acabar, não há nada que seja eterno, mas nada tem que terminar, se há um Deus que é eterno”.

“Tudo Certo” é linda d+ vei. A letra toda é show! “Quando mais eu vejo e sinto, mais espero o Teu querer. Quanto mais eu me aproximo, mais eu sei o que é viver. Quanto mais o mundo te despreza, mais eu páro tudo para sentar na tua casa, pra te  ouvir a vida inteira. Quanto mais te sigo de perto, mais tranquilo eu vou, tudo certo. Quanto mais o tempo corre, menos eu quero correr. Quanto mais o mundo esquece, menos eu quero esquecer…”

“Transformers” é divertida também. Só Deus tem poder para transformar as pessoas de verdade, o resto é ilusão.

Quando eu escutei “Una vuelta más” eu fiquei sem entender, só compreendi quando comprei o disco original hehe. Para os que não sabem, vão ficar na curiosidade sobre o porque do nome da música hehe.

“A terapia” é bacana, mas acho que vai ter gente que não vai concordar com algumas coisas. Mas tem umas coisas muito legais: “Quero me entregar na tua terapia. No teu reino, enlouquecer. Uma amostra grátis já me bastaria. Vou nessa consulta sem meu relógio, mas conto as horas pra te encontrar. Fraco, sem energia. Sou eu sem teu amor para me levantar”.

E por fim “Vou me lembrar” que fecha o disco com chave de ouro. É de se acabar de chorar essa música hehe. Não tenho dúvida que a gente vai canta-la lá no céu hehe. Para mim ela é um desabafo de toda a história da banda e principalmente dos últimos fatos: “E dos fariseus, que engordam com aquilo que é nosso. E dos mercenários, que cobram pra nos dar o que é de graça. Lembrem-se de quem gera das entranhas o seu povo. Que valemos mais do que o mundo inteiro com seu ouro. Que aquele sacrifício é vivo e permanece sobre todos nós para sempre”. Essa música vai no mais profundo da alma, se brincar, acho que é uma melhores músicas da história do Resgate!

Enfim galera, falei de mais hehe. Fico muito feliz em saber que “Ainda não é o último” disco do Resgate, espero que eles cresçam nessa nova gravadora, que apesar dela ver tudo como consumo, muita gente está sendo edificado com essa nova proposta. Louvado seja Deus!

Sobre o Autor

Modernizar o passado é uma evolução musical. (8)

Posts Relacionados