“Awaken” está entre os melhores álbuns de metal de 2017

Fleshkiller - Awaken (2017)

Fleshkiller – Awaken (2017) – arte de Marcelo Vasco

Fleshkiller é uma banda de black death progressive extreme brutal metal da Noruega e dos Estados Unidos, tudo ao mesmo tempo. Talvez essa não seja a melhor forma de começar descrevendo a banda, mas e se eu disse quer a banda é encabeçada por Ole Broud (Extol) e Peter Dalbakk (Vardoger) ? Faz um pouco mais de sentido agora?

Tudo começou quando essas duas importantes figuras do metal cristão se reuniram em um projeto de death/black metal chamado Schaliach, esse trabalho durou pouco tempo, entre 1995 e 1997 lançaram 2 álbuns e um slipt com Antestor e outras bandas da área e isso é tudo que sabe. Foi preciso 18 anos para que eles se reunissem novamente quando iniciaram os trabalhos com a Fleshkiller. Pouco tempo depois se junta a eles Andreas Skorpe Sjøen (Umpfel) e o baixista Ole Vistnes (Shining, Tristania). Peter Dalbakk precisou deixar a banda por motivos familiares dando lugar a Elisha Mullins (The Burial, A Hill to Die Upon).

Em 15 de Setembro de 2017 a banda lançou oficialmente o álbum Awaken pelos selos Facedown Records (nos Estados Unidos) e Indie Recordings (na Europa). O álbum teve uma excelente recepção da crítica alcançando altas notas de recomendação nos sites especializados.

A sonoridade da banda é bastante complexa, devendo influências a uma gama enorme e diversificada de bandas  que vão desde Yes justificando as harmonias e a levadas de rock progressivo a bandas contemporâneas como Textures e Animals As Leaders, sem deixar de citar a espinha dorsal de Extol, afinal de contas Ole Broud está no comando.

Awaken está entre os melhores álbuns de metal lançados em 2017, é sem dúvidas um álbum obrigatório para os amantes do estilo. Muita brutalidade e técnica em uma mistura de metal extremo com metal progressivo de outro mundo.

As letras são excelentes e bastante explicitas em relação à fé que seus integrantes professam como é o caso da “Salt of the Earth” baseada na passagem do sermão do monte do evangelho de Mateus, mostrando que eles permanecem firmes na mensagem que sempre esteve presente nos trabalhos anteriores de Extol e The Burial.

Love your enemies
Bless the ones who curse you
Pray for those who persecute
The children of the Most High

Unchain the prisoners
Of wicked injustice
Break the yoke of the oppressed
Bring the favor from above

Salt of the earth
You are the carriers of light

“Ame seus inimigos,
Abençõe aqueles que o amaldiçoam,
Ore por aqueles que te perseguem,
Crianças do Altíssimo.

Liberte os prisioneiros da injustiça pervesa,
Quebre o jugo dos oprimidos,
Tragam o favor do alto.

Sal da terra,
Vocês são os portadores de luz.”

 

Em “True Image” quero destacar o refrão, é simplesmente fantástico o contraste entre os vocais extremos e a serenidade das harmonias “limpas”. A letra é um chamado à contemplação de Jesus como o Deus todo poderoso, descrição muito bem feita por Paulo em Colossenses nas sagradas escrituras. Confira abaixo um pequeno trecho da letra dessa belíssima canção.

True image. Sustainer of the universe. Mighty and powerful
Every knee shall bow. Every tongue will confess: You are the Holy One
All creation sing of the glory You bring. You are the Holy One.

Living One. You hold the keys of death
Royal blood. You shed for all mankind
The Alpha. Before all things You were
Omega. After all You’ll still reign

“Imagem verdadeira. Sustentador do universo. Todo poderoso.
Todo joelho se dobrará e toda língua confessará: Tu és Santo.
Toda criação te glorifica. Tu és Santo.

Estás vivo. Tens a chave da morte em suas mãos.
Sangue real vertido por toda humanidade.
És o Alfa. Existe antes que tudo existisse.
Ômega. Tudo passa e ainda assim Reinará.”

Existem outros pontos altos no álbum mas não quero ser redundante aqui, você precisa conferir tudo isso “pessoalmente”. Altamente recomendado para quem aprecia um bom metal.

Fleshkiller

Fleshkiller

A formação atual da banda é a seguinte:

  • Ole Børud – guitarra e vocais (Extol, Schaliach, Arnold B. Family, Selfmindead)
  • Elisha Mullins – guitarra e vocais (The Burial, A Hill to Die Upon)
  • Ole Vistnes – baixo (Shining, Tristania, Extol)
  • Andreas Skorpe Sjøen – bateria (Umpfel)

O álbum está disponível nas plataformas de streaming e no YouTube. Enjoy!

  1. Parallel Kingdom
  2. Salt of the Earth
  3. Wisdom
  4. Secret Chambers
  5. Awaken
  6. Inherit
  7. Evil Eclipse
  8. True Image
  9. Warfare
  10. Window of Time

 

Primeiras Impressões: Fleshkiller - Awaken (2017)
Awaken é sem dúvidas um dos grandes álbuns do metal cristão lançados em 2017. O cenário estava precisando dessa vitalidade.
Letras9
Arte da Capa6.7
Vontade de ir no show8.7
Músicas e Arranjos8.3
Potencial da banda10
Brutalidade9
Melhores Faixas
  • True Image
  • Salt of the Earth
  • Wisdom
Pontos Negativos
  • Nunca viriam pro Brasil
  • Pouca divulgação
  • Senti falta dos videos
8.6Pontuação Total
Avaliação do Público: (3 Votes)
7.8