Nina-Hagen-schwer-krank_monster_teaser

Quem é mais old deve conhecer a Nina Hagen versão punk do Rock In Rio de 85. Para os mais recentes, ela é uma cantora alemã, ícone do gênero nos anos 70-80, lembrada pela extravagancia visual e  ideias “revolucionárias” para a época.

Neta de judeus e filha de ateus, Hagen conheceu de perto as loucuras do mundo na Alemanha nazista.  Nos palcos, misturava de tudo: de gritos e filosofias místicas a simulações de masturbação e discursos políticos. Mas hoje, com mais de meio século de idade, a Nina vive novos caminhos. Desde 2009, ela se converteu ao Cristianismo em uma igreja protestante do seu país e segue cantando sobre sua nova fé de forma gratuita.

Com dois discos lançados “Personal Jesus”, de 2010, e “Volksbeat” (2012), Hagen continua com seu visual chamativo e afiada na cantoria. Misturando rock, folk, pop, reggae e blues,  ela canta mensagens de impacto sobre sua fé e causas sociais.

http://youtu.be/x1jUZdst1mc

Quem preferir, tem esta reportagem portuguesa fazendo um breve resumo da história e alguns trechos de apresentações atuais da Nina:

Sobre o Autor

Modernizar o passado é uma evolução musical. (8)

Posts Relacionados