rock-internacional

Hoje também é dia de rock, bebê! Dando continuidade a nossa #SemanaDoRock, preparamos uma lista especial com os grandes clássicos do rock cristão internacional de várias décadas e estilos.

Elvis Presley

Para muitos ele é considerado o pioneiro porque conseguiu massificar o rock nos Estados Unidos. Na época, o cara gerou a maior polêmica ao rebolar enquanto cantava. As garotas desse tempo foram a loucura. Elvis chegou até a ser censurado por conta disso. Quando ele começava a dançar as câmeras eram obrigadas a filmar da barriga pra cima rsrsrsr. Além disso, Elvis é importante para o cenário da música gospel. Ele gravou vários clássicos e ganhou alguns Grammys no gênero.

Keith Green

Aqui no Brasil, os mais curiosos o conheceram pela descrição da música da banda capixaba Palavrantiga. O cantor morreu em 1982, no auge da carreira. Hoje em dia as suas músicas e o seu exemplo de vida já influenciam milhares de pessoas.

Randy Stonehill

É outro cantor americano importante para rock cristão. Antigamente, costumavam comparar os seus trabalhos com o do cantor James Taylor. O seu disco de estreia, o “Born Twice” de 1971, fez várias pessoas se grudarem com o refrão “I LOVE YOU, I LOVE YOU”… Atualmente, o cantor está com 63 e ainda segue cantando nas igrejas do mundo todo.

Idle Cure

Foi uma banda cristã da Califórnia que chamou atenção na década de 80. Eles faziam um som juvenil bem típico da época. Vale a pena relembrar o som deles.

Lost And Found

Outra preciosidade perdida no tempo. Assim como o Idle Cure, eles também são da Califórnia e fazem um som similar.

Delirious?

Além do Elvis, os britânicos do Delirious? é uma das bandas mais populares dessa lista. Liderado por Martin Smith, a banda iniciou em 1992 e encerrou suas atividades em 2010. A música “Deeper” foi uma das primeiras a ganhar destaque na metade dos anos 90. Com o tempo, eles foram mudando de estilo e se adequaram ao rótulo que eu não gosto muito de usar o chamado “Worship”.

U2

A U2 dispensa comentários. Os irlandeses iniciaram suas atividades no início da década de 80 e ainda levam a fama da maior banda de rock de todos os tempos. Como eles conseguem se manter na música por tanto tempo? Eu não sei mas, na minha humilde opinião, eu gosto mais da fase “postpunk” anos 80 da banda rsrsrs…. Como qualquer banda de rock que se preze, os caras elaboraram várias letras de protestos. E claro, de músicas que falam da fé cristã, principalmente na vertente protestante.

Sixpence None The Richer

Banda americana que tem aqueles super mega hits que marcou uma geração, foi tema de seriado adolescente e com a mesma música teve a sorte de ganhar um Grammy. A banda também entrou na lista por ter uma presença feminina. A vocalista da banda é a querida Leigh Nash. O Sixpence também é daquelas bandas que termina e depois volta. Que bom! Quem sabe um dia eles possam fazer uma visita ao Brasil? Seria lindo.

Petra

Banda americana clássica. Petra começou bem no início dos anos 70, mas foi nos anos 80 que o estrelato chegou. Hoje, a banda possui um legado e um público fiel. Assim como o Sixpence, os caras do Petra têm mania de terminar e voltar. Em 2013, a banda lançou uma coletânea especial para comemorar os 40 anos de estrada.

Audio Adrenaline

Mais uma banda americana que teve boa aceitação no início dos anos 90. Em 1993, a canção “Big House” se tornou um dos grandes hits da banda. Em 2012, eles voltaram e lançaram um novo disco. Desde então, a banda tem se apresentando em vários países.

 

e temos um EXTRA nessa lista… Claro eles não poderiam faltar!

DC Talk

Foi uma banda de grande êxito na cena alternativa da música cristã americana. Formanda por Kevin Max, Toby Mckeehan e Michael Tait, a banda durou até fim da década de 90. Hoje em dia, Toby Mac continua com a carreira solo e com bastante visibilidade.

 

Se você gostou da lista, compartilhe e deixe um recado ou escreva sobre outras bandas que poderiam estar aqui. Um super abraço!