top5 joao

Continuando com a sequência de músicas congregacionais do AM, sem dúvida nenhuma o estilo “Louvor e Adoração” tomou conta das igrejas de várias denominações, emplacando diversos hits, e tendo excelentes vendas de CD’s.  Por consequência disso, acabaram que de forma espontânea, criando um movimento musical bem peculiar. Até hoje, o gênero “worship” como é chamado fora do Brasil, é um dos mais fortes no meio gospel, e contempla a maior safra de cantores que ganharam atenção da mídia brasileira. 

Vineyard Brasil

O grupo Vineyard Brasil, possui vínculo com a sua igreja. O movimento Vineyard inciou na década de 70, nos Estados Unidos, formando sede em Beverly Hills.  Aqui no Brasil, a igreja chegou nos anos 90 nas cidades de Piratininga e Bauru. Depois disso, o Vineyard se espalhou em várias partes do país. No início dos anos 2000, a igreja decidiu investir na área musical. A formação do grupo foi feita pela união de vários integrantes das igrejas Vineyard. No álbum de estreia, o grupo regravou músicas do Vineyard Internacional. Com certeza, um dos seus maiores sucessos  é a canção “Me Derramar”.

“Me derramar… dizer que Te amo
Me derramar… dizer Te preciso
Me derramar… dizer que sou grato
Me derramar… dizer que és formoso”

Santa Geração

O Santa Geração é um ministério liderado pelo Pastor Antônio Cirilo. O grupo possui uma extensa discografia e está entre os preferidos das igrejas para seus devocionais. Além disso, o Santa Geração já teve entre os seus membros cantores que estão consagrados na música contemporânea cristã, como David Quinlan, Heloísa Rosa e Nívea Soares.

“Tu que estás assentado sobre um trono de glória
Tu que estás entronizado sobre os louvores do seu povo
Tu que estás aclamado por Tua igreja, vem neste lugar..”

Alessandra Samadello

Uma das grandes revelações da igreja Adventista, Alessandra Samadello é conhecida por causa do seu  soprano inigualável. A moça começou a se destacar nos anos 80 com o famoso grupo Prisma, na canção “Sê Feliz”. Mais madura, nos anos 90, a cantora começou a gravar seus álbuns solos conquistando grandes êxitos como “Braços Abertos”, “Sou um Pecador” e “Amor é a Resposta”. Hoje, Alessandra ainda é referência nas igrejas, principalmente em cultos Adventistas.

“Talvéz algum dia você compreenda
Toda a angústia que Ele suportou por você
Jesus poderia cruzar os seus braços
E deixar a humanidade perecer
Mas seu amor foi maior que a Sua razão
Pois reconhece que sem Ele nossa vida
É um mal sem solução…”

Melissa

A cantora Melissa dominou as paradas musicais dos ano 90. Dona de uma voz única, conseguiu conquistar diversos irmãos com hinos leves e singelos. Eu diria que a cantora era até um pouco à frente do seu tempo. Isso porque Melissa teve a coragem de regravar um estrondoso sucesso do cantor  Rod Stewart , a balada ” I Don’t Want to Talk About It”. Mesmo estando na década de 90, a versão pegou, sendo usada nos devocionais de várias igrejas até hoje.

“O amor é real
quando a gente
se dá por inteiro
num simples toque das mãos
ou palavras
que venham de dentro…”

Fernanda Brum

Fernanda Brum iniciou sua carreira gospel nos anos 90. Porém, o sucesso só apareceu quando a cantora entrou para o casting da gravadora Mk music, no qual a artista pertencente até hoje. A partir de 1993, a cantora viu as igrejas começarem a cantar suas músicas consideradas meio modernas para época, como “Meu bem maior”, “A tua Glória”, “Sonhos” e “Tudo Que tem Fôlego”. Mas, Fernanda realmente veio consolidar o seu espaço com a chegada do disco “Um Quebrantado Coração”, em 2002. A canção “Espírito Santo” composição de Eyshila, virou hit e está entre as preferidas do público.

 “Estou clamando estou pedindo,
Só Deus sabe a dor que estou sentindo,
Meu coração está ferido,
Mas o meu clamor esta subindo,
Estou clamando estou pedindo…”